sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

2

Um novo jeito de fazer as coisas

Junto com a minha vontade de engravidar chegou também a vontade de fazer tudo diferente,de começar e recomeçar,esta tudo junto.

Como mãe e agora tentante ,muitas coisas na minha cabeça mudaram,um mundo se abriu,e não foi só a mudança de não trabalhar mais,tô indo mais além,quero parir novas experiências e com isso quero parir um filho.

No meu mundo só existe um jeito de parir um filho; Cesareana! ,até 2 meses atrás eu juro que acreditava que cesareana tbm era parir,descobri que ninguém pari em uma cirurgia ,descobri que eu não pari a Helena,sem traumas,sem culpas,eu só não pari.A vontade de engravidar da  Helena foi tão grande que nunca parei um segundo pra pensar em como ela nasceria,ou se eu poderia ter outras opções além da cesarea,na verdade eu só queria que a Helena nascesse sabe? eu só queria que ela nascesse...

Um belo dia leio um post da Anne ( do blog Super Dupper) e descubro que existe outras maneiras de se ter um filho,eu descobri que depois de uma cesarea eu poderia fazer um parto normal,e que não existe só o parto normal e a cesarea,existem outros partos,eu assim começaria a escolher o meu,mesmo antes de engravidar.

Num simples post meu mundo se abriu,daí eu fui começando a fuçar,perguntar,a me informar,depois daí eu  comecei a sair da minha zona de conforto e me emponderar por um parto humanizado,e descobri médicos,conheci mulheres fodas e que fazem todo dia diferença na minha vida,eu descobri que existem tantas outras coisas que envolvem um nascimento de um bebê,eu me fortaleci.

Claro que eu virei a E.T de varginha por isso né? como alguém pode querer ter um filho sem hora e local marcados?,sem querer um parto induzido? como alguém pode querer ter um filho pela pepeca?,como alguém pode querer entrar em trabalho de parto e permanecer ali,talvez por horas e horas? eu virei esse alguém,porque? porque eu descobri que eu posso,porque eu me apaixonei por essa forma de parir.

Não vejo com romance um parto normal ,mesmo humanizado,é foda,tem q ser macho,liberar seus bichos,é mergulhar la no fundo do seu eu,é tocar no buraco negro da sua alma...

Junto comigo vem a familia ,todos me apoiando,alguns me achando a louca do universo,mas a maioria me olhando diferente,acho que essa experiência será transformadora pra todos nós! Sei que pode dar errado,posso não poder ter do jeito que eu quero,só Deus saberá,pelo menos vou tentar,e isso me basta.

Esse mundo do parto é muito louco,vejo mulheres determinadas,obececadas,vejo mulheres confusas,indecisas,vejo que a maioria não consegue,mas todas tentam,torço por elas...Como todo grupo vejo tbm muita mulher chata,com discurso xiita e tentando te convencer de algo que vc nao sente,vi mulheres amargas tbm,mesmo sem elas perceberem...

Choquei muitas delas ao falar da minha cesarea eletiva,super agendadinha,ainda mais que foi pq eu quis,nossa ,quase fui pra cruz,aprendi que realmente cesarea marcada é para as covardes,como um dia eu fui,como pode uma mulher não querer sentir a dor do parto? de sentir a dor da vida né?  eu não quis saber antes das novas formas de parir,eu fui pro lado mais fácil,pelo discursso mais "sensato",descobri que você pode ter um filho sem ser por cesarea é conhecer um novo mundo e acho que quase nenhuma quer saber disso , e não digo só da cesarea,digo tbm dos partos normais induzidos,forçados,com cortes,cheios de dor e trauma...nenhuma mulher quer passar por isso,e nem eu deixo claro,o que eu quero é diferente,estarei no comando do meu corpo,ativa,presente, e essa é uma das melhores coisas do parto humanizado,o seu protagonismo,o respeito por você,é você poder escolher aonde quer ter seu filho, se é em casa,se é no hospital,se é na água..é ter do seu lado uma equipe humanizada e preparada!
Descobri que não existem médicos humanizados,aqui no rj só 3,louco né? eu choquei..ainda bem que já garanti o meu.hehehhe

Doula.vc sabia que existe uma pessoa que pode ser sua doula? e ela será a principal responsável por te dar apoio psicológico e emocional nesse momento,te trazer pra essa " missão',ela segurara a sua mão,segurará o seu caminho e te guiará a ele..minha irmã quer ser minha Doula,eu super topei,mas vou garantir uma profissional tbm,porque será a Doula que me guiara nessa jornada,serão elas!

É muito fácil se apaixonar pelo discursso lindo do parto humanizado,porém tenho total clareza o quão dificil ele pode ser,juro que vejo muitas mulheres querendo mais o parto do que o próprio filho,isso é algo perigoso,os dois tem q estar juntos,de mãos dadas,e a sua cabeça comandando tudo,deixando as coisas fluirem ,deixando vc se entregar...

Eu sou muito determinada  e sendo assim óbvio que quem senta do meu lado já escuta de cara: Você conhece o parto humanizado? quero apresentar a todos sua existência,sua sabedoria,a maioria nem nunca ouviu falar,mas todos se deixam convencer por ele,por mim.

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

3

Quando eu comecei a odiar a Adele!

Sabe aquela cantora inglesa que anda sendo sensação pelo mundo a fora? então,ela tbm anda sendo a sensação absoluta la em casa,principalmente com a Helena,até aí eu estava amando,achando o máximo uma menininha de 2 anos estar tão cult,tão " antenada" sabe?

Eis que ela resolve que pra dormir ela tem q ouvir Adele,no começo achei lindo,divertido,encantador,ainda mais que era a musica que estava bombando nas rádios,que eu sabia até cantar..mas isso já tem 2 semanas,e eu tô odiando aquela gorduxa da Adele!

Todo santo dia Helena pede pra ouvir a musica " Someone like You"  e só de ouvir a introdução já me dá até um frio na espinha,porque o raio da música não toca só uma vez e a Helena dorme sabe? a música chega a tocar 8 x seguidas,isso em dias bons,porque outro dia eu contei,foram 12 x! e sabe o pior? é que ela manda eu cantar junto,eu até canto,mas depois da quinta do someone like you,eu quero mais que o someone morra,que ela jamais encontre ninguém a esse someone mesmo e que ele ,esse someone,seja mesmo muito feliz com a tal da mulher que ele casou...depois da oitava vez então,eu quero mais é que a Adele morra encalhada mesmo...eu fico é torcendo que o someone like you nunca se concretize!!!!

Outro dia tentei colocar outra música ,em vão...nem tudo é perfeito né? ela ja ta dormindo na caminha sozinha ,seria pedir muito que ela  dormisse no silencio?

domingo, 22 de janeiro de 2012

5

Primeira semana...

Primeira semana oficialmente sendo só MÃE! primeira semana depois de 6 anos seguidos desempregada,como eu me sinto? tô ÓTEEEEEEEEMA! juro.
Tudo bem,mole falar ísso só com uma semana né? muitas devem estar pensando; " Quero falar isso,depois de  1 mês!!! ou " Achar mole no verão é fácil,quero ver no inverno,trancada em casa"...pois bem,eu digo que me sentirei exatamente do jeito que me sinto agora,renovada,pronta!

Óbvio que vou cansar uma hora,que posso estranhar a mim mesma,mas acho que quando decidimos algo é diferente do que quando nos é imposto,tipo,se eu tivesse sido mandada embora poderia estar numa bad trip o que não é o caso,acho que isso ajuda e muito.

Como foi a primeira semana? Tranks sabiam? nada como a boa e velha rotina pra deixar tudo nos eixos,claro que com criança essa teoria de rotina vai pro espaço de uma hora pra outra,mas o importante nisso é a minha rotina,o meu planejamento,e isso tá sendo regrado,porque além de mãe agora eu sou dona de casa cambada!

O que mais me irrita nisso tudo é a obrigação de ter que fazer comida todo o santo dia ,todas concordam? que fezes né? eis que e até isso tô conseguindo equilibrar,o almoço é quantidade pra janta,e o menu da semana ja esta preparado,e pra simplificar mais ainda o negócio é fazer muitaaaaaaaa comida e congelar em saquinhos e aí ir variando os menus...da pra simplificar sempre,eu não sabia!

Sabem o mais louco? fico me lembrando o tempo todo da Helena bebezinha,a surtada né? deve ser porque a ultima vez que estive em casa ela era realmente um bebezinho,a minha bebezinha careca e gordinha que só queria mamar,até hoje tem a forma da minha bunda de um lado do sofá de tanto que ficava la sentada dando de mamar..

Agora com a nova rotina de sono da Helena me pego no quartinho dela lembrando das madrugadas em prantos que passei lá,das vezes que colocava ela no berço depois da mamada das 04 da manhã,aquela que mata a gente,que arrasa,aquela que a criança fica 1 hora agarrada no peito , e ela acordava assim que encostava no colchão,lembro do frio na espinha que me dava quando escutava algum som vindo dela...até hoje esse frio na espinha me acompanha quando escuto algum barulho vindo dela...acho que será pra sempre!

Essa primeira semana foi cheia de muitas lembranças,muitas alegrias,muitas surpresas,seja de achar uma maça podre atras de um móvel,seja de ver a Helena se aventurando sem medo,segura,essa primeira semana foi o meu resgate,o começo dele.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

4

Vida nova começou!

Vida nova começou,como anda? anda bem,muitas coisas entrando nos eixos,claro que mais na minha cabeça do que na real,mas isso que no fundo me importa sabe? colocar a cabeça no lugar e ver que rumo devo dar na minha vida.

Pô que exagero né? faz só 1 dia que estou em casa,o que eu posso ter feito assim pra já ter começado uma vida nova? bom,pra começar saber que eu não terei um trabalho pra voltar daqui 1 mês já é coisa abeça ,fala sério ? segundo que sabendo que eu tô aqui ,no meu 100% pra Helena já tbm é coisa pra caceta,por exemplo: eu de verdade comecei a educar a Helena,exagero? nem um pouco,em 1 dia deu pra ver como a minha filhinha estava estragada,óbvio que já havia reparado nos fins de semana,mas juro que quando pensava que tinha que "educar" a Helena nos fins de semana me dava preguiça,eu não tenho vergonha em falar isso assim nessa cara de pau,nos fins de semana eu tinha muita preguiça,ta aí a maior mudança,mesmo tendo 1 dia só com a minha filha,eu agora preciso educar a minha filha sem preguiça,vamô que vamô,tô preparadassa.

Outra coisa,Helena foi pro quarto dela de vez,na boa,sem encrencas,eu não chorei,é porque nesse caso eu não queria dormir sem ela de jeito algum,agora podemos cortar o cordão né? estaremos aqui todo dia juntinhas,eu e ela,ela e eu...delicia,delicia...ontem eu soube que esse passo devia ser dado,arrumei a caminha dela,acendi o abajour e voilá,ela adorou dormir no quartinho dela,como eu estava atrasando a minha filhinha,,shame on me! a única coisa peculiar desse "evento" foi que ela pediu trilha sonora pra dormir,pediu Adele ( ela amaaaaaaaaaaaaa de paixão) e Adele significa " Someone Like You.." sem parar,infinitas vezes e eu cantando junto.. eu amei,ela dormiu em 10 min...e dormiu cedo,coisa rara esses ultimos meses,o dia foi agitado,animado,não deixei ela dormir de tarde,dei um super banho de banheira e pronto,sem muitos artificios..vcs nem podem imaginar como eu me senti depois desse evento em torno dela dormir,porque eu estava preparada pra envergar a coluna com ela pedindo colo,ou ficar 1 hora ali no quarto dela pra conseguir,foram 10 min..sei que isso não significa que será assim todo o dia,mas me deu um baita ânimo,me senti mãe de verdade.

Hoje acordamos 07:30 da matina,fiz almocin delicia,arrumei a casa e curtimos o dia todo na piscina,sei tbm que a minha rotina não será sempre assim,de férias,mas mesmo assim me senti dona do meu tempo,dona da minha casa,sei lá,uma coisa louca,fiz até frango a milanesa,trabalho da porra,mas valeu tanto sabem? comida que conforta sabe? comida de casa.

Agora estou aqui de biquini ainda,helena tbm,na casa da minha irmã falando da vida,comendo doritos com queijo cheddar derretido e só observando a Helena crescer...

To be continued....acompanhem!

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

1

É hoje!

Acabou-se.
6 anos depois me encontro aqui,decisão tomada,tô oficialmente desempregada.
Há uns meses atrás eu não cogitava sair do meu emprego,tava legal,ok,correto,mas aí só tava isso sabe? legal e ok é uma bosta,eu sempre gostei de ,estar ótimo e estar muito bom,deixou de estar ótimo? mal sinal pra mim.

Eu não tive dramas pra voltar ao trabalho quando a Helena nasceu,foi bom me sentir eu mesma,dona do meu próprio nariz...aí um dia o trabalho começou a ficar arrastado,chato,cansativo,massante,e eu comecei a me questionar porque raios d'Água eu saia da minha casa  todo o dia pra vir para um lugar q não era mais o "meu" lugar? e aí a Helena começou a pedir todo os dias pra eu ficar com ela e eu comecei a querer atende-la ,eu queria era ficar com ela,comecei a ver que eu ia me sentir mais produtiva lá em casa,já que no trabalho eu já não me sentia assim...eu coloquei  na balança.

Engraçado como as coisas são,a maioria das pessoas tiveram uma reação muito positiva a minha saída do trabalho,todos me disseram : que bom! isso mesmo! tava tempo demais! e bla bla bla....acho que quando ficamos tempo demais fazendo a mesma coisa as pessoas vêem com olhos positivos a hora que vc vira o jogo e vai a luta..e eu estava me sentindo assim,como se eu estivesse com vergonha de estar fazendo a mesma coisa há 6 anos...e envergonhada mesmo sabe? o comodismo me envergonhou.shame on me!

Não vou sentir falta do trabalho,de forma alguma,mas vou sentir falta das pessoas que conheci nessa caminhada,e foram tantas,e tantas, e aos montes..foi uma escola,aprendi demais a compreender o ser humano,a exercer a minha tolerância e paciência,aprendi a ouvir,a saber a hora de falar,foi uma grande terapia,fora que me formei em psicologia né? trabalhar só com mulheres e com vendas não é pra qualquer uma não...

Antes de mim muitas se foram,outras chegaram,e eu fui ficando,ficando,fui compreendendo que nem todos são bons e nem todoss são completamente maus,aprendi que as pessoas são umbigóides e que ser assim de vez em quando não faz mal a ninguém,aprendi que no profissional jamais devemos nos envolver emocionalmente por mais dificil que isso seja,isso nos deixa reféns,nos faz empacar.

Aqui nesse lugar que estive, exercitei a minha veia mais maternal,aqui com certeza aprendi também a ser mãe,mãe de meninas velhas né? mas mãe tbm delas...aqui nesse lugar aprendi que as vezes as pessoas só querem uma palavra de consolo ,de apoio,e eu fui essa pessoa,eu era a dona das palavras...muitas das que estiveram comigo ,estão até hoje,simplesmente ficamos ligadas, e acho que pra sempre,sim,pra sempre..não foram amizades falsas,foram amizades verdadeiras..e isso eu levo comigo,eu as levo comigo,agradeço a esse lugar por isso.

Agradeço tbm pelas pessoas chatas que trabalhei,as cricris,e as problemáticas,foram com elas que mais aprendi,aprendi que nada ,nada mesmo ,vale o peso de se levar uma vida amargurada,eu descobri que eu sou muiito bem resolvida comigo mesma,e isso me tornou uma pessoa mais leve.

Aprendi mais que ensinei,aqui foi a minha escola,me formei,posso recomeçar,chegou a minha hora.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

1

Agora é pra valer!

Quem tem lido os meus últimos post deve saber da minha ansiedade com esse ano de 2012,pois então,tá piorando...tantas coisas,tantos planos,cabeça a mil...esse ano tinha tudo pra ser um dos mais tranquilo dos últimos anos,mas eu não satisfeita resolvi inventar né?

Helena começa no colégio,empregada game over,emprego finito,enfim,agora a minha vida de mãe e dona de casa começa pra valer,agora é pra valer!!!  mas e agora? o que a gente faz? 

Desde que Helena nasceu sou mãe de final de semana,e sofri horrores com isso,essa foi a minha maior motivação em parar de trabalhar,quero vê-la evoluir sabe? mas aí achei também que seria melhor dispensar a baba,de uns tempos pra cá ela tbm não é mais o que que era,é coisa de chegar em casa e a tv estar sintonizada em "Casos de Familia" ,conhecem? aquele programinha treeeeevas do sbt,é papo da Helena só comer macarrão,e teve greve de legumes la em casa,ou seja,tá caro ter uma baba,caro no sentido da saúde mental e física da Helena,e pra não me sair mais caro ainda,melhor tomar as rédeas da minha familia.

Mas aí tá rolando uma coisa,um sentimento estranho,porque agora serei eu a responsável absoluta por ela e pela minha casa,não que não saiba o que fazer ,muito pelo contrário,mas é uma apreensão,quase um medinho,como será que vai ser? como vamos reagir a isso,a essa mudança? como eu vou me sair?

Uma das minhas irmãs brinca dizendo que agora Helena tá ferrada,que vai ver a mãe doida q ela tem,que agora acabou a moleza dela,eu morri de rir,mas sempre fico pensando nisso depois,é que eu vou educar a Helena pra valer né? eu vou educar a minha filha,minha função absoluta,não terei terceiros mais,e que bom também,tô reclamando não,mas é que tô com medo de não me sair bem,tô com medo de ficar histérica dá pra compreender? tô com medo de desanimar as vezes e não saber o que fazer com ela,na verdade a gente vai se conhecer pra valer agora,sei que parece ultra mega blaster exagerado,mas é como eu ando me sentindo...como se a gente estivesse se (re) conhecendo.

Ela  vai pro colégio ( ok ,já falei isso) ,tô com o coração na boca,ansiosa demais,ela tá mega animada,eu tô mega angustiada,ela cresceu,eu nem vi.Essa semana fui comprar o "grande" material escolar dela,chorei na loja né? foi me dando uma coisa,uma coisa,quando vi chorei,chorei de boca grande,de soluçar,acho que naquela hora chorei por tudo que estava por vir,o moço da loja que estava me ajudando quase me abraçou,colocou a mão no meu ombro e disse: " É a primeira vez no colégio? e eu : Uhum" ,ele : É assim mesmo,todas choram.! - mal sabia ele que as minhas lágrimas era por tudo que estava por vir e por tudo que estava sendo deixado pra trás.

Ahh resolvemos engravidar logo também,e decidimos ter um parto humanizado,quero um parto ativo,onde eu participe,onde nós participemos,tudo caminhando a favor,preparação a mil por hora,daqui a pouco a sementinha estará plantada,serei mãe de dois.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

3

Porque nós somos as mais cansadas?

Eu não conheço uma mãe que não repita pelo menos uma x ao dia a frase : Nossa,tô exausta! - ou outras genéricas a esta,é mentira? A gente tá sempre cansada.

Eu há 1 mês atrás andava a reclamona do braseeeel,tudo me cansava,tudo eu reclamava,sem contar o sono sem fim que me persegue desde o dia que a Helena nasceu,até exame pra ver se eu estava anêmica eu fiz,tudo ok comigo,acho que o cansaço é acumulado mesmo...

Resolvi parar e me analisar sabe? porque eu andava tão cansada,reclamona,me arrastando e pior,porque eu andava sem paciência alguma para a Helena,paciência zero mesmo,tipo de querer chegar em casa e desejar que ela dormisse bem rapidinho,só pra eu poder tomar um banho e deitar na minha cama..aí eu pensava nisso e eu chorava,porque eu me sentia muito merdalhona em querer quase não estar com a minha filha,eis que então eu descobri o motivo disso tudo,eu deixei de me divertir com a Helena,sabe a palavra DIVERSÃO? então a gente tem que usar e muito!

Eu me tornei a mãe sem diversão ,a versão chata de mim mesma,eu era a que dava banho,que vestia,que ia colocar pra fazer xixi,que ia trocar a calcinha que molhava sempre ( arggggh) que dava comida,que fazia a comida,que colocava água no copo,que colocava pra dormir e mais NADA! mais NADA! eu me resumia a somente cuidar da Helena,cadê a diversão? 

Aí me deu um estalo sabe? minha filha não tinha culpa do meu cansaço interminável,das minhas crises de choro de cansaço,de não ter vontade de sentar com ela e brincar,porque eu não tinha nem vontade de brincar..tadinha ,só de pensar nisso me dói,me dá vontade de chorar,porque ela não merece que eu seja somente isso,a mãe chata da história dela.

De quem era a culpa disso tudo? minha e do Marido,porque ele sim era a parte "legal" lá de casa,brincava,dançava,desenhava,interagia...e só tbm,kd que ele tinha que ajudar? a gente simplesmente se dividiu,um brincava e um cuidava,e começou a ser estranho para nós dois e pior pra ela,porque não havia equilibrio algum nisso.

Tem coisas que só a mãe faz,ou só com a mãe que eles querem né? pra dormir sou só eu,não adianta,mas pro resto Marido podia ajudar e foi isso que começamos a fazer sabe? sentamos,conversamos e vimos que mico estavamos pagando ,que retardados nos tornamos...a gente tende a ser umbigóide sempre né? 

Helena anda muito mais feliz e eu também,me vejo brincando,pulando,dançando igual uma louca,rindo mais,pintando a cara ,sentando com ela simplesmente por sentar,pra fazer nada muitas vezes,ficamos ali quietinhas abraçadas...isso me revigora,e me dá uma força...Marido tbm anda mais leve,mais ligado em ficar mais junto em ajudar,não foi preciso nos acusar,colocar o dedo na ferida,vimos simplesmente que o que importa é a Helena,e ela não merece pais tão desanimados como nós andavamos!

Óbvio que as vezes a vontade de fazer nada bate,rola aquela respirada funda pra levantar quando ela chama pra brincar,mas olha ,só de levantar e saber que estar com ela e me fazer disponível deixa ela tão feliz,só isso me faz ver que esse cansaço pode ser de outros motivos,eu agora posso me permitir cansar de tanto brincar!

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

3

Desejos,vontades,realizações...2012 promete!

Gente...tanta coisa rolando na minha cabeça.,na minha cabeça né? porque na real ainda não,ainda,yet!

Vou fazer um resumo tá? me acompanhem :

*Tô saindo do emprego de 6 anos,saindo pra cuidar da casa,da Helena,,do Marido,da minha alma.

*Parei de tomar remédio e começaremos as tentativas para o novo baby...pode ser que chegue esse ano,ou quem sabe no começo de 2013..sem ansiedades...( cof cof..quero enganar quem?)

* A Anne Super Dupper me inventou de fazer uma parto normal após uma cesarea,e me enlouqueceu com isso,eu quero,tô obcecada nisso...juro! eu vou conseguir,vcs vão ver! Descobri que tenho outras opções,e eu me apaixonei perdidamente por elas!

* Consegui marcar a minha 1ª consulta com uma médica humanizada super indicada e conceituada aqui do RJ...

*Alguns acham que eu virei hippie,poucos entendem o que é querer um parto natural humanizado.Aconselho a todas que querem ou não sabem direito o que é a lerem o livro " Parto com Amor".

*Helena tá indo pro colégio,e já ando chorando uma x por dia devido a isso...mocinha demais!

*Tiraremos a primeira férias juntos,nós 3..a primeira da vida do marido,ele nunca tirou férias! estamos cheios de planos!

* Clareei meu cabelo,mini loira,e agora quero mais..vicia né? olha a merda? melhor parar,grávida nao pode pintar cabelo né?


*Descobri que eu sou a protagonista da minha vida ,e as rédeas dela é só minha,isso não tem preço,eu sempre soube disso,mas só agora tive coragem de mudar o rumo e fazer tudo diferente!

Tentem vcs também!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

4

2012,o ano que vou ser mãe!

Todas sabem da minha ansiedade para esse ano de 2012 começar,ansiedade nº 1 porque eu prefiro ano par,não saberia explicar,apesar de ter sido num ano impar que ganhei meu maior presente...enfim.

Com a chegada desse ano,tá chegando tbm a minha maior missão: Ser mãe! yes people,eu já sou mãe,mas vocês bem sabem que ando me sentindo uma mãe de final de semana faz tempo né? então,será nesse ano de 2012 que serei mãe de verdade da Helena,e é assim que me sinto.

Será agora dia 16/01 que eu acordarei essa nova mãe,tô saindo do meu trabalho de 6 anos ,com o coração tranquilo e a sensação de dever cumprido,se sentirei saudades? pode ser que sim,pode ser que não,pode ser que nem lembre ,todas nós sabemos que cuidar de uma criança não nos dá muito tempo de pensar em nada né? tô deixando o trabalho só pra ter o prazer de cuidar da minha familia,bateu essa vontade desesperadora,essa vontade de fazer algo de verdade,porque tô há 6 anos quase fazendo a mesma coisa,preciso me sentir ativa,pro ativa,útil,preciso desse ano sabático sabe? preciso de verdade me sentir mãe da Helena,esposa do Leo,e mãe de um baby que pode pintar por aí a qualquer momento,e quero cuidar desse novo baby sabe? cuidar de verdade.. ( ainda nao estou grávida,só pra constar)

Quero novas experiências familiares,e não me sentir sempre apressada,cansada e reclamona. Sei que não será umas férias permanente,terei mais trabalho do que trabalhar fora,mas eu to tão animada,estou me sentindo pronta e preparada.
Quero renascer,tô precisando!