quarta-feira, 14 de setembro de 2011

5

A Primeira viagem - sem ela!

Pois é...fiz a primeira viagem sem a minha Leleca,inspirada num post do blog  Projetinho de Vida ,decidi que era hora de Marido e euzinha aqui,termos a nossa primeira viagem sem a nossa queridissima,e olha não queria nada demais não viu? só um lugar em que eu pudesse ficar pelada,descansar e encher a cara,exatamente nessa ordem!

Escolhi uma pousada em Itaipava ( Cantos dos Tangaras,super indico se vc quiser viajar com o mesmo propósito que eu) e depois de escolher pra onde ir,fui escolher com quem deixar a minha Helena,o que também não foi grande problema,ela ficou com o Dindão marevelhoso dela e a mais que idolatrada Tia Bibi,o que significa que ela ficou com os Padrinhos! ( ops Tia Bibi não é a Dinda,mais eu nem percebo esse detalhe).

 Sexta ao acordar pra ir trabalhar chorei...já tinha batido a saudade,e também porque me toquei que não ia ver a minha filhota mais,eu ia direto do trabalho...hmmm coração apertou.Ok,a pessoa aqui superou rápido,não deu crise! Na hora do almoço a pessoa encontra a Tia Bibi e passa pra ela o "Manual de instrução da Helena" ,nada demais,horários,o que dar pra comer,que horas e bla bla bla...a lista nem ficou grande.Chorei no almoço...olhei pra cara de Tia Bibi e desandei a chorar...merda,estava indo tão bem...normal vai,a pessoa aqui nunca,nuncaaa se afastou da filha,tem 2 anos que a pessoa aqui é a filha!

A pessoa aqui foi comprar lingerie,lingerie periguete ok? tinha que ser daquelas "fuck me, fui me depilar ( acabar o serviço né? lembram?post aqui) pessoa foi fazer a unha,ok,faxina geral! me",nossa fazia tempo que não gastava dinheiro com isso...(eu ando com umas calcinhas cor de pele que estão sinistras,porque escrevi isso? ) 

E fomos...Marido mega animado,chalé sensacionaaaaaaaaaal,camaaaaaaaaa sensacional,porque a cama pra mim era o que mais importava,ela tinha que ser sensacional!

E fomos comer,( comida ,gente perversa) bebemos,e nossa me bateu uma sensação tão estranha,sensação boa,uma sensação de liberdade,quase de euforia...eu me senti tão eu,louco né? gente eu amo a minha filha coisa-linda-de-meu-Deus,razão do meu viver,mais só Deus sabe como estávamos precisando ser novamente só a gente ,e que sensação boa foi essa,porque pelo menos comigo,depois que a Helena nasceu eu fiquei muito tempo vendo o Marido como o pai da Leleca,e as vezes quase me esquecia que ele era o meu Homem também...acho que isso aconteceu com ele também,e muito natural acho eu,por isso que essa viagem era tão importante pra gente...e porque a gente queria comemorar os nossos 8 anos juntos!!!

Olha cortando os detalhes mega sórdidos,a viagem foi incrivel,não fizemos nada,nenhum passeio,nem saimos do quarto,mas ficarmos juntos,em silêncio,ouvindo o silêncio um do outro e era tudo que eu queria,eu lembrei porque eu me apaixonei pelo Marido,porque escolhi ficar com ele,porque escolhi ele.

Como foi com a Helena? ótimo! ligavamos só de manhã pra saber como ela tinha passado a noite,e para minha surpresa,dormiu super bem,comeu super bem,quase não perguntou de mim ( viadinha) e brincou muito.Tia Bibi ficou nas trevas ( eu bem sei que ficar com o filhos dos outros é flórida) Dindo se apaixonou mais ainda,e a emoção de rever a Helena quando chegamos não teve preço,achei ela mais gordinha,mais linda,e a gente se agarrou muito,deixar a pequena com os Dindo e a Dinda postiça foi uma escolha mais que acertada,e tê-los nas nossas vidas é um encontro de almas.

Olha recomendo muito esse momento a dois,seja para descansar,namorar,seja pra nada,é importante,faz bem,e a gente volta pra nossa "realidade" bem mais confiante,pra cima,e pronta pra começar tudo,tudinho de novo!

5 comentários:

Depois dos 25 disse... [Kaka respondeu]

Karine estou cada dia mais sua fã! Vendo você vencendo o lado mãe para se manter mulher é muito bacana! Quem sabe fico empolgada??? rs

Adorei seu relato da viagem.

Beijos!

Débora Nunes disse... [Kaka respondeu]

Oi Kaka, é isso mesmo, precisamos term um momento só nosso!!! Como vc disse depois que os pequenos nascem só enchergamos o "pai" não mais o homem. Nunca viajei sem a Clara, ela ainda é muito novinha (6 meses), mas ja sai pra ber com o maridão e aproveitar a noite, deixei ela com minha mãe (q adorou) e ela se comportou super bem! Voltamos sempre renovados!!!

Bjus...
http://amaecoruja.blogspot.com/

disse... [Kaka respondeu]

Oi Kaká... descobri seu blog ha alguns dias atras, muito bom, adoro ler o que vc escreve, me ajuda, me conforta e me faz rir as vezes com suas histórias!!! Me vejo como mãe em muitos pensamentos.

Olha.... Eu sou mãe de um bb de um ano e quatro meses, total entendo o que vc quer dizer sobre amar sua filha mas um tempo pra se sentir mulher de novo... Poder curtir o marido 100%.... faz muito bem né? E renova as forças!!!

Beijos

Rose Misceno disse... [Kaka respondeu]

Morri de rir como sempre!!! Que bom!
E com certeza é uma delícia esse momento sem nossa cria! Mas você já tirou de letra na primeira vez longe dela, menina danada!!
Como te disse no Twitter, na primeira vez que ficamos eu e maridão sem nossa pequena, tratamos de dormir bastante porque estávamos precisando!!
Da outra vez deu pra aproveitar melhor, mas ainda não fizemos uma viagem sem ela, mas você me animou pra fazer uma já!
Tô fazendo as malas e levando Luna pra você cuidar! Lembra do "se precisar grita aeeeeeeee"?
Tô gritando!!!

Beijão sua linda.

=)

Nave Mamãe disse... [Kaka respondeu]

Ainda não tenho esse desprendimento todo! Nem sei se terei...
Em novembro vamos viajar, Lorenzo vai penduradinho! Hehehe
Beijos